Movie Review - Nosso Lar

Author: 
Sandra Mussi

My Journey with "Our Home"

I had the great honour and pleasure to watch the movie "Our Home" with its Director Wagner de Assis in Toronto. My trip to watch the movie was spectacular. How many lessons!

I was blown away at how I could see the characters and thus can experience emotions and values ​​so ingeniously created on the screen. With the help of Andre Luiz and this spectacular production, I walked on my own road towards "My own Home" and "My own Umbral." As a Psychologist and constant student of the soul, the pursuit of this inner journey is my spring in the way of motivating self-knowledge.

For those who have read the book and know his message of tolerance and love, the film features unforgettable images that embody our imaginations, enrich our appreciation for the messages brought to us by Andre Luiz. Who does not know the work will be presented with a clear narrative that subtly teaches the fundamentals of the message of the Spirit through a journey of spirit.

The contrast between the visual representation and Our Home threshold puts a large dual perspective to our spiritual, mental and emotional. This inner reality of balance and imbalance, between love and hate, between peace and war so well by actor Renato Prieto, makes us recognize our current evolutionary state, our weaknesses and limitations. Choose to view the "normality" of the imperfections of our human condition in search of light is so natural to accept our growth.

Our Home The film, gave me an encounter with that reality and made me think where I am and where I want to go. Be open for this choice is an energizing source of freedom and exercise in the pursuit of happiness and personal fulfillment.

Scenes from Our Home Colony Hospital brings the domestic tranquility of silence thrown out the noises of the mind to stillness provides the necessary environment to meet with our essence and the source of divine laws. Once again, the film leads us to reflect on the power of silence. The "water medication" was the agent of that process.

The soundtrack composed by musical genius as one of the most influential composers of the 20th century, Philip Glass, constantly invites us to weave soft vibrational strings of our intimate with the divine art. Music scenes in the film a new opportunity to experience harmony, making us dive into feelings of joy, tranquility and union.

The film brings a message of optimism and hope. The emotions experienced by the viewer brings to the actors real and sincere feelings, so that the film is a constant connection.

Living abroad for more than 20 years, "traveled" with Andre Luiz - His return to the Home on Earth, is often return to my beloved land. Scenes so exciting that I instigated the exercise of detachment. As André Luiz, by not accepting the changes in our internal reality lose the connection. When we stop living detach separation anxiety and thus open up to the larger connection, the understanding that we are all connected to each other, are one means of LOVE!

The doctrine of reincarnation is that we can work out with the fraternity, extend our affections beyond the bonds of blood, ties in the imperishable Spirit.

I believe that Brazilian cinema enriched with the great direction of Wagner Assisi which was established as a great "medium" of eternal beauty.

Surely this is a movie to watch again and again. I'll be taking my children and my friends and recommending to all those who seek peace and the encounter with the Divine.

Thanks Wagner and the entire team that gave me such a wonderful journey!

André Luiz Thanks! Thanks Chico!

Sandra Mussi
Psychologist and Psychotherapist

Viajando com Nosso Lar

Tive a grande honra e prazer de assistir ao filme "Nosso Lar" com o Diretor Wagner de Assis e sua equipe técnica em Toronto. Minha viagem ontem ao assistir o filme foi espetacular. Quantas lições!!!

Eu fiquei encantada em como pude me perceber nos personagens podendo assim experienciar emoções e valores tão engenhosamente criados na tela. Com a ajuda de André Luiz e desta produção espetacular, caminhei na minha própria estrada de encontro ao "Meu Lar" e ao "Meu Umbral". Como Psicóloga e constante estudante da alma, a busca dessa viagem interior é minha mola motivadora no caminho do auto-conhecimento.

Para aqueles que já leram o livro e conhecem sua mensagem de tolerância e amor, o filme traz imagens inesquecíveis que materializam nossa imaginação, enriquecem nossa apreciação pelas mensagens trazidas a nós por André Luiz. Quem não conhece a obra será presenteado com uma narrativa clara, que sutilmente ensina os fundamentos da mensagem Espirita através da jornada de um espirito.

A representação visual contrastante entre o umbral e o Nosso Lar coloca em grande perspectiva a nossa dualidade espiritual, mental e emocional. Essa realidade interna do equilíbrio e desequilíbrio, entre o amor e o ódio, entre a paz e a guerra tão bem representada pelo ator Renato Prieto, nos faz reconhecer o nosso atual estado evolutivo, nossas fragilidades e limitações. Escolher ver a "normalidade" das nossas imperfeições de condição humana em busca da luz é aceitar de forma natural nosso crescimento.

O filme Nosso Lar, me proporcionou o encontro com essa realidade e me fez refletir onde estou e para onde quero ir. Estar aberta para essa escolha é uma fonte energizadora de liberdade e de exercício em busca da felicidade e realização pessoal.

As cenas do hospital da colônia Nosso Lar nos traz a tranquilidade interna do silêncio, expulsa os barulhos da mente para que a quietude interna proporcione o ambiente necessário ao encontro com nossa essência e a fonte das leis divinas. Mais uma vez, o filme nos leva a refletir no poder do silêncio. A "água medicamentosa" foi o agente desse processo.

A trilha sonora composta pelo gênio da música considerado um dos compositores mais influentes do século 20, Philip Glass, constantemente nos convida a tecer suaves cordas vibracionais do nosso intimo com a arte divina. Nas cenas musicais do filme uma nova oportunidade de experienciar a harmonia, fazendo-nos mergulhar em sensações de alegria, quietude e união.

O filme nos traz uma mensagem de otimismo e esperança. As emoções vivenciadas pelos atores traz ao telespectador sentimentos verdadeiros e sinceros, fazendo com que o filme seja uma conexão constante.

Morando no exterior a mais de 20 anos, "viajei" com Andre Luiz - O retorno dele ao Lar na Terra, é muitas vezes meu retorno a Pátria querida. Cenas tão emocionantes que me instigaram ao exercício do desapego. Como André Luiz, ao não aceitarmos as mudanças da nossa realidade perdemos a conexão interna. Ao nos desapegarmos deixamos de viver a ansiedade da separação e assim nos abrimos para a conexão maior, a do entendimento que somos todos ligados uns aos outros, somos UM SÓ através do AMOR!

A doutrina da reencarnação faz com que possamos exercitar a fraternidade, estender nossas afeições além dos laços do sangue, nos laços imperecíveis do Espírito.

Acredito que o cinema brasileiro enriqueceu com a grande direção de Wagner Assis que se estabeleceu como um grande "médium" das belezas eternas.

Com certeza esse é um filme para se assistir muitas vezes. Estarei levando meus filhos e meus amigos e recomendando a todos aqueles que buscam a paz e o encontro com o Divino.

Obrigada Wagner e a toda a equipe que me proporcionaram essa viagem tão bonita!

Obrigada André Luiz! Obrigada Chico!

Sandra Mussi
Psicóloga e Psicoterapeuta